domingo, 6 de março de 2011


Minha Opinião

Por alguns dias algumas pessoas esquecem as tribulações do seu dia a dia e caem na folia marcando assim, para alguns, o inicio do ano. Como disse," alguns", pois nem todos podem abdicar de sua labuta, que o digam os vendedores autonômos, garis, médicos, bombeiros, policiais,etc...
E Bragança não foge a regra, também cai na folia....mas que folia? Uma folia "privatizada", "elitista"? Pois como vemos notando esse carnaval em Bragança se tornou um carnaval para quem tem dinheiro e um carnaval para quem quer ganhar dinheiro.
Pois a partir da proibição do carnaval em certos logradouros da cidade, um determinado grupo de "almas inspiradas", viu nessa situação uma oportunidade de maximinizar suas "riquezas".
Sendo assim, resolveram erguer "barreiras" nas ruas do centro de Bragança, em torno de um logradouro público, o que lhe confere caráter de liberdade de ir e vir, de trânsito para todos, e neste espaço é cobrado para ser "curtir" o carnaval que em outros espaços não deve existir por força de lei; dessa maneira, na maior "cara de pau" que deveria promover o carnaval com acesso a todos, na verdade esta se utilizando dos favores e de recursos públicos para "privatizar" o nisso carnaval.
Enquanto isso os blocos dos sem dinheiros, dos vendedores ambulantes, dos "outros" continua desfilando fora do espaço que é seu, promovido com seu dinheiro mas direcionado para poucos numa festa que deveria ser de todos.
Por fim, carnaval bom eram aqueles sem tecnobregas, axémusic e outros ofensas musicais. Carnaval com latas, maisenas, cajú-açú, molecagem, intera para cobrar outra garrafa e todo mundo retornando felizes para suas casas apesar da dor de cabeça...melhor do que surrupiado por falsas promessas "do melhor carnaval do interior do Pará". Até quando teremos que engoli esses demandos???